Seguidores

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Rio sem margem.

Um poeta sem amor
é como o rio sem água
uma cachoeira seca
um rio que nunca deságua.

Um ser sozinho é meio
jamais será um inteiro
pois ser só é útero vazio
que nunca sentiu-se cheio.

Quero um amor só pra mim
nem que seja um instante
para provar das delicias
que provam todos amantes.

Não quero que sintam pena
um sentimento mesquinho
só serve para os abutres
que não conhecem bom vinho.

Poeta é servidor
para as pessoas que amam
pena é para o preguiçoso
que sendo amado não ama.

O poeta ver a lua
em noites escuras sem estrelas
mesmo sendo sozinho
vai a janela pra vê-las.

Terê Cordeiro
30/08/2011.




2 comentários:

  1. Uma amizade pura e extremamente grande,que eu nem sei como retribuirr
    Porque todos sabem .
    Ou quase todos levo cola por não aguentar escrever por muito tempo.
    Não adianta copiar frase de agradecimento,
    mais escrever e colocar coisas do meu coração.
    Todas as minhas amizades tem uma absoluta
    comprienssão comigo.
    Com cola ou sem cola a retribuição
    do carinho que recebo é imediata.
    Que Deus pague a todos por tudo pois com certeza nunca poderei retribuir
    tanto amor.
    As coisas que você faze, com tanta compreensão e bondade,
    me enchem de gratidão por ter a sua amizade. Obrigada, por se importar comigo.
    Um Tarde Abençoada.
    Bjs ,paz e luz.
    Evanir

    ResponderExcluir
  2. De Girassol em girassol, chego a voce, aspiro perfume tuo,angario forças de luz tua através e berro em brado sussurro,VIVER É PURA MAGIA!

    VIVA LA VIDA

    ResponderExcluir

Você que me visita seja muito bem vindo.